Pelo primeiro tempo da Chapecoense o empate com o Criciúma foi ruim na Arena Condá.

***Depois da grande vitória sobre o Atlético Paranaense se imaginava que a Chapecoense iria engrenar e embalar definitivamente no Campeonato Brasileiro, porém, contra o Criciúma em alguns momentos do jogo especialmente no segundo tempo o futebol da Chapecoense oscilou bastante ao ponto de deixar escapar uma vitória que parecia muito bem encaminhada.

***No primeiro tempo a Chapecoense foi muito superior ao Criciúma, fez 1×0 com um bonito gol de Leandro e teve outras boas oportunidades e ataques para ampliar o marcador e quem sabe até liquidar a fatura ainda no primeiro tempo.

***Ainda no primeiro tempo o volante Bruno Silva e o atacante Zé Carlos se estranharam e foram expulsos e isso foi muito ruim para a Chapecoense que perdeu bem mais, pois o Bruno Silva se transformou no motorzinho do meio de campo da Chapecoense e no segundo tempo o time sentiu muito a sua falta.

***No intervalo de jogo notando que seu time não estava bem o técnico Gilmar Dal Pozzo promoveu duas alterações o que não é nada comum e o seu time melhorou. Foi pra cima, empatou o jogo num gol de cabeça de Souza, anulou as jogadas da Chapecoense e no final quase que venceu o jogo quando Souza mandou uma bola na trave depois de driblar o goleiro Danilo.

***Impressionante como caiu o futebol da Chapecoense no segundo tempo, diferente de jogos anteriores desta vez o intervalo de jogo não fez bem ao time que voltou muito abaixo daquilo que rendeu no primeiro tempo. Com isso deixou escapar em casa dois pontos preciosos que pareciam muito bem encaminhados.

***Com o empate a Chapecoense que ocupava a 14ª colocação com 27 pontos caiu para a 15ª com 28 pontos e está no momento três pontos distante da zona de rebaixamento.

***Na próxima quinta-feira vai até São Paulo enfrentar o Palmeiras que neste domingo perdeu de virada por 3×1 para o Figueirense e continua na zona de rebaixamento, mesmo assim o jogo tem tudo para ser muito difícil para a Chapecoense uma vez que o Palmeiras jogando em casa vai jogar pressionado pela recuperação.

 

 

Chapecoense goleia Atlético/PR com autoridade.

***Pela necessidade de vitória e pelo fato de não poder perder pontos dentro de casa neste momento, a Chapecoense tinha como missão vencer o Atlético Paranaense ontem na Arena Condá e a missão foi cumprida da melhor maneira possível na grande vitória pelo placar de 3×0 que diz tudo o que foi o jogo.

***A Chapecoense foi superior o tempo inteiro ao Atlético Paranaense. Foi firme e forte na defesa e na marcação no meio de campo e foi muito competente no ataque que desta vez funcionou muito bem e foi decisivo para a elástica vitória.

***Depois de um começo nervoso e alguns erros cometidos principalmente na saída de bola da defesa o time da Chapecoense foi se ajustando e a vitória que depois veio ao natural começou a ser construída logo aos nove minutos de jogo com gol de cabeça de Bruno Silva depois de bela cobrança de escanteio de Zezinho. O 1×0 foi o placar merecido do primeiro tempo.

***No segundo tempo a Chapecoense voltou melhor ainda e envolveu por completo o adversário. Ampliou para 2×0 com gol de cabeça de Camilo depois de mais um ótimo cruzamento de Zezinho e fechou o placar em 3×0 através de Leandro que concluiu uma jogada muito bem trabalhada pela direita de Neném que lançou para Ednei cruzar com precisão. Um bonito gol para fechar bem a merecida goleada.

***Depois disso a Chapecoense teve tranqüilidade para tocar a bola, fazer o tempo passar e garantir uma grande vitória dentro de casa e mais três pontos que serão importantíssimos para a permanência na Série A do Brasileiro.

***Assim sendo tivemos mais uma noite muito agradável e de festa completa na Arena Condá com o time fazendo muito bem a sua parte dentro de campo e a torcida correspondendo nas arquibancadas. Todo muito saiu feliz da vida com a vitória da Chapecoense. Foi show de bola.

***Aos poucos o técnico Jorginho vai deixando o time com a sua cara. Um time que não tem medo de jogar e que busca o gol adversário o tempo todo sem se descuidar da marcação. Além disso, ele tem uma ótima visão de jogo, sabe muito bem fazer a leitura correta da atuação do seu time. Ouvi-lo falar depois do jogo é sempre muito bom, pois fala exatamente aquilo que aconteceu e dentro da realidade do clube. Tomara que continue assim.

 

 

 

Só a vitória interessa a Chapecoense hoje diante do Atlético/PR

***Mais um jogo importantíssimo e decisivo para a Chapecoense comandada pelo técnico Jorginho hoje na Arena Condá às 21 horas contra o Atlético/PR. Com todo respeito que o adversário merece, mas só a vitória interessa a Chapecoense que não pode mais se dar ao luxo de perder pontos dentro de casa se quiser se manter na Série A do Brasileiro.

***Sabemos que o Atlético/PR é um grande clube do futebol brasileiro com muita tradição e experiência em Série A e com certeza vai ser um adversário muito difícil de ser batido, porém, vitória é questão de necessidade para a Chapecoense que principalmente nos jogos dentro de casa tem que enfrentar cada desafio como se fosse uma final de Copa do Mundo.

***Pela necessidade da vitória a Chapecoense vai ter que tomar a iniciativa de ditar o ritmo de jogo e sair para buscar o resultado.

***Naturalmente que com cuidados defensivos uma vez que a defesa também não apresenta aquela solidez ideal, mas hoje o time vai ter que se arriscar mais e esperamos que o ataque seja bem mais eficiente do que tem sido nos últimos jogos, pois caso contrário novamente não vai ser tão simples assim de se conquistar esta tão importante vitória.

***Com ou sem chuva o torcedor está convocado a comparecer ao jogo com calma, paciência e incentivar o time da Chapecoense o tempo todo. Uma vitória por 1×0 hoje é goleada e o time vai precisar muito do incentivo da Nação Verde e Branca. O momento é de união para que a Chapecoense se mantenha na Série A do Brasileiro que é o objetivo maior de todos que querem o bem do Verdão.

***Um torcedor me passou as estatísticas dos pênaltis marcados a favor dos clubes na Série A do Brasileiro e por incrível que pareça a Chapecoense é o único clube dentro da competição que não teve nenhum pênalti marcado a seu favor ao longo das 23 rodadas e esse é mais um exemplo de que é preciso entrar mais na área dos adversários com posse de bola, ou seja, atacar mais, pressionar mais. É isso.

Chapecoense: Danilo; Ednei, Rafael Lima, Jaílton e Rodrigo Biro; Bruno Silva, Ricardo Conceição, Zezinho e Camilo; Fabinho Alves e Leandro.

Atlético/PR Weverton; Sueliton, Gustavo, Cleberson e Willian Rocha; Deivid, Hernani e Bady; Marcos Guilherme, Mosquito (Marco Damasceno) e Marcelo.

Arbitragem: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (Vai estrear na Série A)

Auxiliado por Pedro Jorge Santos de Araujo e Esdras Mariano de Lima.

Trio de Alagoas

Time que não chuta, não faz.

***Mais uma derrota difícil de engolir esta da Chapecoense para o Grêmio pela maneira como ela aconteceu. Naturalmente que perder para o Grêmio lá não tem nada de anormal, mas por aquilo que se desenhou o jogo a Chapecoense bem que poderia pelo menos ter empatado.

***O próprio Felipão admitiu que a vitória foi no sufoco, mas um sufoco meio mentiroso da Chapecoense uma vez que o goleiro Marcelo Grohe não teve que fazer nenhuma grande defesa e muito menos a trave salvou o Grêmio uma vez que a Chapecoense simplesmente não chutou nenhuma bola perigosa para dentro do gol do Grêmio.

***De nada adianta ter quase 60% de posse de bola e maior volume de jogo que foi o caso da Chapecoense se o ataque não chuta a gol. Daí não tem como não perder.

***Foi assim que a Chapecoense perdeu para o Grêmio e também porque a defesa vacilou na hora do gol adversário logo aos sete minutos de jogo. Daí fica difícil mesmo para conquistar um bom resultado.

***Tem que se tirar lições dos erros cometidos contra o Grêmio principalmente da inoperância do ataque, mas também não adianta ficar chorando o leite derramado.

***O negocio é focar o jogo contra o Atlético Paranaense quarta-feira às 21 horas na Arena Condá quando a Chapecoense terá obrigação de vencer.

***Neste jogo nem empate serve, pois time que não ganha fora de casa não tem o direito de perder pontos dentro de casa neste tipo de jogo se quiser se manter na Série A.

***O Atlético/PR tem bom time, mas não é nenhuma seleção imbatível, faz uma campanha apenas regular e é um time que se a Chapecoense jogar um bom futebol e tiver um pouco mais de coragem ofensiva, ou seja, não ter medo de chutar a gol pode vencer.

***Mas tem que jogar sem medo de chutar a gol porque existe um ditado novo no futebol que diz que se não chutar a gol a bola não entra. Não da pra ficar esperando sempre que os Ferugens da vida façam gols contra também né minha gente?

O empate foi bom, mas poderia ter sido melhor.

***Empatar com o Corinthians no Itaqueirão em 1×1 pode ser considerado um baita resultado para a Chapecoense, porém, poderia ter sido melhor uma vez que no segundo tempo a Chapecoense foi superior e o Fabinho Alves perdeu um gol feito que poderia ter dado a vitória a Chapecoense.

***O primeiro tempo não foi bom com poucas emoções e lances de perigo no ataque, mas o Corinthians fez 1×0 com gol de Malcom aos 09 minutos. Já a Chapecoense concluiu apenas uma vez numa cabeçada do Fabiano que foi pra fora.

***No segundo tempo a Chapecoense foi pra cima e surpreendeu o Corinthians, logo aos 04 minutos Fabinho Alves cruzou da direita e o lateral direito Ferrugem mandou contra suas próprias redes deixando tudo igual no marcador.

***A partir dai a Chapecoense tomou conta do jogo partindo para o ataque e chegando várias vezes com perigo ao ataque. Faltou um pouco de calma no último passe e na hora da conclusão.

***Mas o lance do jogo esteve nos pés do Fabinho Alves que depois de grande jogada de Camilo pelo lado direito ficou livre dentro da pequena área e sem goleiro acabou perdendo o gol chutando em cima do lateral esquerdo Fabio Santos que salvou o gol sobre a linha.

**Era só o Fabinho Alves escolher o canto e sair para o abraço. Perdeu um gol que não se pode perder num jogo de Série A e principalmente contra o Corinthians dentro do Itaqueirão. O torcedor Verde e Branco foi à loucura com o gol perdido pelo Fabinho Alves. Uma pena, mas faz parte.

***Mas temos sim que saber valorizar o ponto conquistado fora de casa e contra o poderoso Corinthians. Quem sabe esse ponto conquistado ontem pode fazer a diferença lá na frente. Vamos em frente que domingo tem outra pedreira contra o Grêmio lá na Arena.

***Mais uma rodada que se passa e a Chapecoense se mantém fora da zona de rebaixamento, porém, os adversários que estão atrás estão se aproximando e pontuando e a peleia não vai ser das mais fáceis, mas não ta morto quem peleia não é mesmo?

***O técnico Jorginho deu um banho tático no Mano Menezes e isso merece registro. No segundo tempo a Chapecoense foi muito superior e mais uma vez o intervalo de jogo fez bem ao time. Isso é uma demonstração de que o Jorginho tem visão de jogo e sabe orientar sues jogadores no intervalo.

***Isso já havia acontecido contra o Sport Recife e se repetiu ontem contra o Corinthians. Por enquanto o Jorginho vai indo bem no comando do Verdão. Que continue assim por muito tempo é o que esperamos.

 

 

 

Os relacionados para o jogo contra o Corinthians que teria interesse no Fabiano. E as contratações como andam?

***O técnico Jorginho relacionou 20 jogadores que viajaram para os dois jogos fora de casa que a Chapecoense fará contra Corinthians e Grêmio respectivamente nesta quinta-feira e no domingo.

***O provável time que começa o jogo será Danilo, Fabiano, Rafael Lima, Jailton e Rodrigo Biro; Bruno Silva, Diones, Ricardo Conceição e Camilo; Fabinho Alves e Leandro.

***Viajaram também: Nivaldo, Ednei, Grolli, Dedé, Wanderson, Hyoran, Zezinho, Bergson e Bruno Rangel.

***Dois jogadores contratados e que deles se esperava muito nem sequer relacionados foram que são os casos do atacante Rychely e do zagueiro Enrique Mezza. O atacante Maylson também não viajou. Os três ficaram em Chapecó apenas treinando.

***A imprensa paulista noticiou hoje um possível interesse do Corinthians no lateral direito Fabiano. A Chapecoense por sua vez nega qualquer contato em relação ao jogador. O curioso é que a noticia surgiu lá apenas na véspera do jogo. Estranho não é mesmo?

***Enquanto isso continuamos por aqui esperando pelas contratações na Chapecoense. Depois da derrota em Curitiba os dirigentes falaram que haveria contratações e que um jogador estava praticamente certo, porém, até agora nenhum nome novo foi anunciado.

***Será que mudaram de idéia? Seria ruim porque o grupo precisa de reforços e a caminhada ainda é longa até o final da Série A. É preciso reforçar.

 

Chapecoense venceu e convenceu contra o Sport Recife.

***A Chapecoense venceu e convenceu na partida de sábado contra o Sport Recife na Arena Condá. A vitória por 3×1 foi muito merecida contra um adversário de qualidade e que realiza uma boa campanha na Série A do Brasileiro.

***Contra o Sport o time teve um comportamento muito diferente daquele que havia tido contra o Coritiba. Os jogadores reagiram muito bem as criticas e cobranças dando a resposta como tem que ser, ou seja, jogando futebol.

***Foi uma estréia muito boa do técnico Jorginho que juntamente com o Celso Rodrigues comandaram o time e fizeram algumas alterações que fizeram bem a Chapecoense. Principalmente no que diz respeito às entradas de Bruno Silva e Ricardo Conceição no meio de campo e Leandro no ataque.

***Com isso outros jogadores também evoluíram que foi o caso do Rodrigo Biro que foi muito bem na lateral esquerda e do Tiago Luis que estava bem no jogo, mas que saiu machucado. Grolli que foi autor de dois gols também foi um dos destaques do jogo.

***O time como um todo foi muito bem, soube neutralizar as principais jogadas do Sport e quando teve posse de bola jogou de verdade. Principalmente no segundo tempo a Chapecoense apresentou um futebol bonito de se ver.

***Assim sendo foi uma vitória animadora e que nos devolve a esperança de que a Chapecoense poderá ainda ter forças para lutar pela sua permanência na Série A do Brasileiro.

***A chegada do técnico Jorginho, que, aliás, estava tranqüilo e sereno na sua entrevista depois do jogo, pode ser realmente o fato novo que o time estava precisando para reagir bem dentro da competição, porém, é preciso ter calma nessa vitória e saber que o caminho a ser percorrido ainda é longo, de muitas dificuldades e o time vai precisar continuar melhorando sempre.

***Agora a Chapecoense sai para duas pedreiras fora de casa na quinta-feira contra o Corinthians e no próximo domingo contra o Grêmio. Temos que estar conscientes e preparados para as dificuldades, mas a Chapecoense precisa sim pensar em ir lá e buscar pontos, pois todo e qualquer ponto conquistado será importante no final para chegar à pontuação necessária para se manter na Série A.

 

 

 

 

 

Só a vitória interessa a Chapecoense hoje contra o Sport Recife.

***A Chapecoense está proibida de perder ou empatar o jogo de hoje as 18h30 na Arena Condá contra o Sport Recife que merece todo o respeito até porque é muito mais time que a Chapecoense, mas se a Chapecoense quer mesmo continuar com chances de permanecer na Série A só a vitória interessa no jogo de hoje. É questão de obrigação eu diria.

***O fato novo é a estréia do técnico Jorginho que foi apresentado e que já comandou seu primeiro treino ontem na Arena Condá promovendo, inclusive, algumas alterações no time.

***O time que começou o coletivo teve: Danilo, Fabiano, Grolli, Jailton e Rodrigo Biro; Bruno Silva; Ricardo Conceição, Dedé e Camilo; Tiago Luis e Leandro.

***Assim sendo e se essa formação se confirmar Wanderson que é um dos jogadores mais regulares do time, mais o Zezinho, Abuda e Bruno Rangel estão perdendo vaga no time titular. Por outro lado entra governo e sai governo, entra técnico e sai técnico e o Dedé continua no time. Ele é muito forte.

***Claro que em apenas um treino o Jorginho não vai conseguir fazer muita coisa em termos táticos, o que ele pode e tem que fazer é mobilizar o time na base da conversa com os jogadores que se entrarem com a mesma falta de vontade que entraram contra o Coritiba vão tomar um baile hoje de novo só que desta vez dentro de casa.

***A partir de agora mais do que nunca todo jogo da Chapecoense principalmente em casa será uma decisão. Esperamos que seja assim que os jogadores encarem todos os nove jogos que terão em casa a começar pelo de hoje contra o Sport Recife. Se entrarem em campo com o mesmo sono que estão entrando ultimamente daí sim que a chance de permanência na Série A será nula.

***Confirmando que o jogo será as 18h30 e o torcedor da Chapecoense está convocado para ir a Arena Condá dar aquela força que o time vai precisar. Quem sabe e tomara possamos começar vida nova na Chapecoense nesta Série A. Seria bom e já está mais do que na hora de isso acontecer.

 

 

 

Chapecoense caminha a passos largos para o rebaixamento.

***O Coritiba aplicou 3×0 na Chapecoense ontem no Couto Pereira fora o baile, pois era pra ser por bem mais tamanho foi à apatia do time da Chapecoense durante todo o jogo. Pior atuação da Chapecoense neste Brasileiro. Um fiasco.

***Os jogadores da Chapecoense tinham é que pagar ingresso na saída do estádio, pois ficaram o tempo inteiro vendo o Coritiba jogar.

***O time do Coritiba fez o que quis durante o jogo, atacou pelos lados, pelo meio, por cima e por baixo e o time inteiro da Chapecoense sempre assistindo eles jogarem sem, no entanto, pelo menos tentar dar o combate para dificultar as coisas para o adversário.

***A impressão que se tinha era de se ver um time em campo que está há seis meses sem receber salário tamanho a falta de vontade e comprometimento. Ser um time ruim ainda vá lá, mas ruim e sem vontade dai não tem explicação e nem perdão.

***De novo o Celso Rodrigues se atrapalhou na escalação e nas substituições e tem sido assim nos últimos jogos.

***Está claro e evidente que venceu seu prazo de validade no comando do time. Ele não consegue mais fazer o time jogar. Ontem de novo apostou em alguns jogadores que comprovadamente não possuem as mínimas condições de jogarem uma Série A de Brasileiro.

***A Chapecoense tem que ir urgente atrás de um treinador que assuma o comando do vestiário e que faça pelo menos o time ter mais vontade quando entrem em campo. Alguém que tenha pulso firme para colocar ordem na casa.

***Do jeito que a coisa anda se continuar assim a Chapecoense caminha a passos largos para a zona de rebaixamento e de lá com certeza vai parar na Série B do Brasileiro. É hora de a diretoria agir antes que seja tarde demais.

***Depois do jogo o presidente Sandro Pallaoro deixou claro na Rádio Chapecó que a tendência é de mudança no comando técnico e de contratações de novos jogadores. É por ai. Quem sabe contratando um treinador experiente e mais alguns jogadores ainda possa acontecer o milagre de se evitar a queda para a Série B.

***O Coritiba estava em crise, mandou embora o Celso Roth, trouxe de volta o Marquinhos Santos e parece que engrenou, é mais um clube que mudou de treinador e com convicção está se recuperando. Futebol é assim mesmo, uma mudança de treinador às vezes faz muito bem ao clube.

***O torcedor da Chapecoense está triste, chateado e revoltado principalmente pelo modo como a Chapecoense se comportou em campo ontem e exige mudanças por parte da diretoria. O grau de tolerância da torcida no momento é zero e todo mundo exige uma atitude da direção no sentido de ainda tentar evitar o rebaixamento.

Preocupação dos torcedores contrasta com tranquilidade da diretoria da Chapecoense.

***Com 20 pontos somados em 19 jogos disputados e com aproveitamento de pouco mais de 35% a Chapecoense ficou abaixo daquilo que havia sido projetado para o Turno do Brasileiro. A meta que era atingir entre 23 e 25 pontos não foi alcançada e isso que das 19 partidas disputadas jogou 10 em casa e 09 fora.

***Por isso mesmo a Chapecoense vai ter que melhorar este aproveitamento agora no Returno para se manter na elite do futebol nacional.

***Se mantiver este baixo aproveitamento o caminho será mesmo o rebaixamento para a Série B do ano que vem o que seria lamentável e poderia representar um prejuízo para o clube de algo em torno de 20 milhões de reais ou quem sabe até mais.

***O que preocupa é a queda de rendimento do time sob o comando do técnico Celso Rodrigues. Sob seu comando o time começou bem, fazendo bons jogos e conquistando bons resultados, mas gradativamente caiu de produção e nas últimas sete partidas conquistou apenas uma vitória o que é muito pouco.

***Isso tem deixado os torcedores preocupados e exigindo uma ação mais forte da diretoria, inclusive, pressionando a imprensa para que se cobre uma postura diferente da diretoria que por seu lado se mantém convicta de que com o Celso Rodrigues no cargo e com esse grupo de jogadores é possível se manter na Série A.

***O pior é que a tendência é de que as dificuldades no Returno sejam ainda maiores, por isso o time da Chapecoense vai ter que melhorar e muito para buscar os outros 25 pontos que teoricamente serão necessários para permanecer na Série A. Amanhã já tem o Coritiba lá no Couto Pereira e com certeza será mais uma pedreira.